Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Um mal irreparável

Mês de Novembro:

Resultados garantidos

Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem (Efésios 4:29).

Ninguém seja severo e ditatorial em seu trato com os obreiros de Deus. Aqueles que são propensos a criticar, lembrem-se de que têm cometido erros tão prejudiciais como os que eles condenam nos outros. Dobrem-se eles em contrição diante de Deus, pedindo perdão pelas coisas ríspidas que têm falado, e o espírito não controlado que têm manifestado. Lembrem-se de que Deus ouve toda palavra que vocês dizem e que, da forma que julgarem, vocês serão julgados. […] Não remediaremos as dificuldades existentes esforçando-nos para restaurar os feridos, em vez de decepar-lhes os membros, deixando-os aleijados para o resto da vida, sua utilidade prejudicada, quando poderiam haver sido restaurados?
Os planos e métodos dos obreiros de Deus devem ser inteiramente expurgados dos métodos mundanos. Sua obra deve ser levada a cabo com simplicidade cristã. Lembrem-se de que quem toma a posição de crítico, enfraquece grandemente as próprias mãos. Deus não constituiu dever de nenhum homem, de mulher alguma, criticar seus coobreiros.
Caso os homens queiram colocar-se em posição onde possam ser usados por Deus, não devem criticar outros, exporem-lhes os defeitos. Esta é a tentação especial de Satanás, com a qual se esforça por entravar a obra. — Evangelismo, pp. 633 e 634.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?