Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Última mensagem ao mundo

Não é suficiente, neste tempo de prova e teste, possuir um conhecimento meramente intelectual da verdade. Deve-se fazer trabalho de coração. … O Senhor não pode usar o obreiro em cuja experiência não entrou a genuína conversão. … Os instrumentos de Deus e os agentes satânicos não podem combinar. Enquanto muitos perguntam: Quem é o Senhor, para que O sirva?; enquanto prevalece a falta de fé em Deus, aqueles que representam a obra da mensagem do terceiro anjo devem atuar como pessoas convertidas. … Espero que possamos ter a satisfação de ver realizado um trabalho livre de egoísmo e que rapidamente faça avançar a obra no campo missionário. … 

Se já houve um tempo na história em que os adventistas do sétimo dia devem levantar-se e resplandecer, é agora. Nenhuma voz deve ser impedida de proclamar a terceira mensagem angélica. Que ninguém, por medo de perder o prestígio junto ao mundo, obscureça um raio de luz vindo da Fonte de toda luz. Realizar a obra de Deus para estes últimos dias requer coragem moral, mas não sejamos guiados pelo espírito de sabedoria humana. A verdade deve ser tudo para nós. Aqueles que desejam ter um nome diante do mundo, que se unam com o mundo. 

Está às portas o grande conflito, no qual todos tomarão partido; nele se envolverá todo o mundo cristão. Diariamente, hora após hora, devemos ser movidos pelos princípios da Palavra de Deus. O eu deve ser santificado pelos princípios da justiça, misericórdia e do amor de Deus. Em cada momento de incerteza, orem e perguntem sinceramente: É este o caminho do Senhor? Com a Bíblia aberta, consultem a Deus sobre o que Ele gostaria que fizessem. Santos princípios são revelados na Palavra de Deus. A fonte de toda a verdadeira sabedoria se encontra na cruz do Calvário. 

Por toda parte vemos crescentes evidências de que a mensagem que temos de Deus deve ser a última mensagem de advertência às igrejas do mundo. Ainda assim, ano após ano passa para a eternidade, e as igrejas continuam sem ser advertidas. Sou instruída a falar aos meus irmãos e irmãs e perguntar: Estamos conscientes dessa negligência? Tenho recebido mensagem após mensagem para nossos líderes, animando-os a começar a obra em todo lugar onde se abrir o caminho. Se os trabalhadores saíssem para o labor, o Senhor lhes abençoaria a vida e tornaria frutíferos os esforços. Ao ouvirem as pessoas as razões de nossa fé, ficarão interessadas e se converterão. Há muitos lugares importantes abertos àqueles que desejam trabalhar pelas pessoas. — Carta 94a, 1909. 

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?