Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Tentações incomparáveis

Aí vem o príncipe do mundo; e ele nada tem em Mim. João 14:30.

Desde o momento em que Cristo entrou no mundo, toda a confederação de agentes satânicos foi posta em atuação a fim de enganá-Lo e vencê-Lo, como Adão havia sido enganado e vencido. …

Quando Cristo nasceu em Belém, os anjos de Deus apareceram aos pastores que vigiavam os rebanhos à noite, e deu-lhes as credenciais divinas de autoridade da criança recém-nascida, a qual, Satanás sabia, viera disputar sua autoridade. Ele ouvira o anjo declarar: “Na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor.” Lucas 2:11.

Os arautos celestiais despertaram toda a ira da sinagoga de Satanás. Ele seguiu os passos dos que tinham a seu cargo o cuidado do Menino Jesus. Ouviu a profecia de Simeão no recinto do templo: “Agora, Senhor, podes despedir em paz o Teu servo, segundo a Tua palavra; porque os meus olhos já viram a Tua salvação.” Lucas 2:29, 30. Satanás encheu-se de furor ao ver que o idoso Simeão reconheceu a divindade de Cristo.

O Comandante do Céu foi assaltado pelo tentador. … Desde o momento em que Se tornou uma desajudada criança em Belém, quando os agentes do inferno procuraram destruí-Lo em Sua infância por meio do ciúme de Herodes até que veio à cruz do Calvário, Ele foi de contínuo assediado pelo maligno. Nos concílios de Satanás foi determinado que Ele tinha de ser derrotado. Nenhum ser humano tinha vindo ao mundo e escapado do poder do enganador. Todas as forças da confederação do mal foram postas em Seu rastro. … Satanás sabia que ou vencia ou seria vencido. Sucesso ou derrota envolvia muitíssimo para que ele deixasse de trabalhar com qualquer dos seus instrumentos do mal. O príncipe do mal em pessoa devia conduzir a guerra. …

A vida de Cristo era uma constante guerra contra os instrumentos de Satanás. Satanás arregimentou todas as forças da apostasia contra o Filho de Deus. O conflito aumentava de intensidade e em malignidade, cada vez que a presa lhe era arrebatada das mãos. — The Review and Herald, 29 de Outubro de 1895.

Em nenhuma ocasião houve resposta a suas multiformes tentações. Nem uma só vez Cristo pisou o terreno de Satanás para dar-lhe qualquer vantagem. Satanás nada encontrou nEle que lhe encorajasse as arremetidas. — The S.D.A. Bible Commentary 5:1129.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?