Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Por que praticar boas obras?

Somos feitura dEle, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas. Efésios 2:10.

Nossa aceitação por parte de Deus só é certa por meio de Seu amado Filho, e as boas obras são apenas o resultado da atuação do Seu amor que perdoa o pecado. Não representam crédito para nós, e não há nenhum acordo feito conosco pelo qual possamos reivindicar uma parte na nossa salvação em virtude de nossas boas obras. Salvação é dom gratuito ao crente, a ele concedido apenas por amor de Cristo. A alma turbada pode encontrar paz por meio de Cristo, e sua paz estará em proporção a sua fé e confiança. Ele não pode apresentar suas boas obras como razão para a salvação de sua alma.

Não são, porém, as boas obras, de nenhum valor? É o pecador que comete pecado cada dia impunemente, considerado por Deus com a mesma benevolência que Ele dispensa àquele que pela fé em Cristo procura trabalhar em sua integridade? As Escrituras respondem: “Somos feitura dEle, criados em Jesus Cristo para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas.” Efésios 2:10. Em Seu divino arranjo, por Seu imerecido favor, o Senhor ordenou que as boas obras sejam recompensadas. Somos aceitos por meio dos méritos de Cristo somente; e os atos de misericórdia, as obras de caridade que realizamos, são frutos de fé; e tornam-se bênçãos para nós, pois os homens devem ser recompensados segundo as suas obras. É a fragrância dos méritos de Cristo que faz com que nossas boas obras sejam aceitáveis a Deus, e é a graça que nos capacita a fazer as obras pelas quais Ele nos recompensa. Nossas obras em si mesmas não possuem nenhum mérito. Depois de havermos feito tudo que nos é possível fazer, somos considerados servos inúteis. Não merecemos nenhum agradecimento da parte de Deus. Só fizemos o que era nosso dever fazer, e nossas obras não poderiam ter sido realizadas na força de nossa própria natureza pecadora.

O Senhor nos ordena aproximarmo-nos dEle, e Ele Se aproximará de nós; e aproximando-nos dEle, recebemos a graça pela qual fazemos as obras que serão recompensadas por Sua mão. — The S.D.A. Bible Commentary 5:1122.

O trabalho de amor brota da obra de fé. … Conquanto seja certo que nossas ocupadas atividades não asseguram a salvação em si mesmas, é certo também que a fé que nos une a Cristo impelirá à atividade. — The S.D.A. Bible Commentary 6:1111.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?