Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Pelos pecadores somente

Pela desobediência às ordens de Deus, o homem caiu sob a condenação de Sua lei. Esta queda exigiu que a graça de Deus se manifestasse em favor dos pecadores. Jamais teríamos conhecido o significado da palavra “graça” se não tivéssemos caído. Deus ama os anjos sem pecado, os quais fazem o Seu serviço e são obedientes a Suas ordens; mas Ele não lhes concede graça. Esses seres celestiais nada sabem de graça; jamais necessitaram dela, porque jamais pecaram. Graça é um atributo de Deus, imerecidamente manifestado para com os seres humanos. Nós não o procuramos, mas ele foi enviado a nossa procura. Deus Se regozija em outorgar esta graça a cada um que a deseje. A todos nós Ele apresenta termos de misericórdia, não porque sejamos dignos, mas porque somos completamente indignos. Nossa necessidade é a qualificação que nos dá a certeza de que receberemos esse dom. 

Mas Deus não usa a Sua graça para tornar a Sua lei sem efeito, ou para que ocupe o lugar de Sua lei. … A graça de Deus e a lei do Seu reino estão em perfeita harmonia; andam de mãos dadas. Sua graça torna possível aproximarmo-nos dEle em fé. Recebendo-a, e deixando que ela atue em nossa vida, testificamos da validade da lei; exaltamos a lei e tornamo-la gloriosa vivendo os seus princípios mediante o poder da graça de Cristo; e mediante a obediência perfeita e de coração à lei de Deus, testemunhamos do poder da redenção perante o universo do Céu, e perante o mundo apóstata que está tornando vã a lei de Deus. 

Deus nos ama, não porque O houvéssemos amado primeiro; pois “sendo nós ainda pecadores” (Romanos 5:8), Cristo morreu por nós, fazendo plena e abundante provisão para nossa redenção. Embora por nossa desobediência tivéssemos merecido o desprazer e a condenação, Ele não nos abandonou, não nos deixou a lutar com o poder do inimigo em nossa força finita. Anjos celestiais batalham por nós; e cooperando com eles, podemos ser vitoriosos sobre as forças do mal. Confiando em Cristo como nosso Salvador pessoal, podemos ser “mais do que vencedores, por Aquele que nos amou”. Romanos 8:37. — The Review and Herald, 15 de Setembro de 1896. 

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?