Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Para alguns talvez seja o último sermão

Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma, e o que tens preparado, para quem será? (Lucas 12:20).

Talvez alguns estejam escutando o último sermão que têm oportunidade, e outros não terão nunca mais a ocasião de ouvir uma palestra da cadeia da verdade, com uma aplicação prática da mesma a seu próprio coração. Perdida essa áurea oportunidade, ficará perdida para sempre. Houvesse Cristo, com Seu amor redentor, sido exaltado em ligação com a teoria da verdade, e isso os poderia haver feito pender para o lado dEle. — Testemunhos seletos, vol. 1, p. 524.
Com a unção do Espírito Santo, que imprime em seu coração a responsabilidade pelas almas, não despedirá a congregação sem apresentar a Jesus Cristo, único refúgio do pecador, fazendo apelos veementes que cheguem ao coração dos ouvintes. Deve ele ter a consciência de que talvez nunca mais se encontre com esses ouvintes antes do grande dia de Deus. — Testemunhos para a igreja, vol. 4, p. 316.
Em todo discurso, é preciso fazer fervoroso apelo ao povo, para que deixem seus pecados e se voltem para Cristo. — Testemunhos seletos, vol. 1, pp. 526 e 527.
Em nossas reuniões campais se fazem muito poucos esforços de reavivamento. Há muito pouca busca do Senhor. Cultos de reavivamento devem ser realizados desde o começo até ao fim das reuniões. Os mais decididos esforços devem ser feitos para despertar as pessoas. Que todos vejam que vocês são fervorosos porque têm uma mensagem maravilhosa do Céu. Digam-lhes que o Senhor vem julgar, e que nem reis, nem governantes, nem riqueza nem influência, serão de ajuda para evitar os juízos que logo cairão. No fim de cada conferência devem ser feitos apelos para decisões. — Testemunhos para a igreja, vol. 6, pp. 64 e 65.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?