Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Dá força ilimitada

Deus é a minha fortaleza e a minha força e Ele perfeitamente desembaraça o meu caminho. 2 Samuel 22:33.

Mal fazemos idéia da força que possuiríamos se nos ligássemos à fonte de toda força. Caímos repetidamente em pecado, e pensamos que isso deve ser sempre assim. Apegamo-nos a nossas fraquezas como se fossem qualquer coisa de que nos devêssemos orgulhar. Cristo nos diz que devemos pôr nosso rosto como um seixo, se quisermos vencer. Ele levou nossos pecados no próprio corpo ao madeiro; e mediante o poder que nos deu, é-nos possível resistir ao mundo, à carne e ao diabo. Não falemos, portanto, em nossas fraquezas e deficiências, mas em Cristo e Seu poder. Ao falarmos na força de Satanás, o inimigo consolida mais seu poder sobre nós. Quando falamos no poder do Onipotente, o inimigo é repelido. À medida que nos achegamos a Deus, Ele Se achega a nós. — Mensagens aos Jovens, 105.

A Palavra do Deus eterno é nosso guia. Por meio desta Palavra fomos feitos sábios para a salvação. Ela deve estar sempre em nossos lábios e em nosso coração. “Está escrito” deve ser nossa âncora. Os que fazem da Palavra de Deus o seu conselheiro compreendem as fraquezas do coração humano e o poder da graça de Deus para subjugar todo impulso impuro, não santificado. Seu coração está sempre a orar, e têm os anjos por sua santa guarda. Quando o inimigo vem como uma inundação, o Espírito de Deus ergue contra ele a sua bandeira. Há harmonia no coração, pois as preciosas e poderosas influências da verdade dominam. — Testimonies for the Church 6:160, 161.

Precisamos relacionar-nos melhor com a Bíblia. Poderíamos fechar a porta a muitas tentações, caso decorássemos passagens da Escritura. Barremos o caminho às tentações de Satanás com o “Está escrito”. Enfrentaremos conflitos a fim de provar nossa fé e coragem, porém eles nos tornarão fortes se vencermos pela graça que Jesus está pronto a conceder-nos. Precisamos crer, porém; precisamos apoderar-nos das promessas e não duvidar. — The Review and Herald, 13 de Maio de 1884.

Dizei ao tentado que não olhe às circunstâncias, à fraqueza do próprio eu, ou ao poder da tentação, mas ao poder da Palavra de Deus. Toda a sua força nos pertence. — A Ciência do Bom Viver, 181.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?