Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Os objetivos de satanás na mudança do sábado para o domingo

Mês de Junho –      O sábado na nova dispensação. (2)

“A verdade é que o mistério da iniquidade já está em ação, restando apenas que seja afastado aquele que agora o detém. Este se opõe e se exalta acima de tudo o que se chama Deus ou é objeto de adoração, a ponto de se assentar no santuário de Deus, proclamando que ele mesmo é Deus. E agora vocês sabem o que o está detendo, para que ele seja revelado no seu devido tempo.“ 2 Tessalonicenses 2: 7, 4, 6

“O grande apóstata conseguira exaltar-se “contra tudo o que se chama Deus, ou se adora”. II Tess. 2:4. Ousara mudar o único preceito da lei divina que inequivocamente indica a toda a humanidade o Deus verdadeiro e vivo. No quarto mandamento Deus é revelado como o Criador do céu e da Terra, e por isso Se distingue de todos os falsos deuses. Foi para memória da obra da criação que o sétimo dia foi santificado como dia de repouso para o homem. Destinava-se a conservar o Deus vivo sempre diante da mente humana como a fonte de todo ser e objeto de reverência e culto. Satanás esforça-se por desviar os homens de sua aliança para com Deus e de prestarem obediência à Sua lei; dirige Seus esforços, portanto, especialmente contra o mandamento que aponta a Deus como o Criador. Os protestantes hoje insistem em que a ressurreição de Cristo no domingo fê-lo o sábado cristão. Não existe, porém, evidência escriturística para isto. Nenhuma honra semelhante foi conferida ao dia por Cristo ou Seus apóstolos. A observância do domingo como instituição cristã teve origem no “mistério da injustiça” (II Tess. 2:7) que, já no tempo de Paulo, começara a sua obra. Onde e quando adotou o Senhor este filho do papado? Que razão poderosa se poderá dar para uma mudança que as Escrituras não sancionam?” O Grande conflito, pag. 54.
“Muitos não compreendem que o domingo não é o sábado do quarto mandamento. Em sua astúcia, Satanás encobre esse fato e apresenta um dia comum como sendo sagrado, para que o mundo inteiro se torne culpado diante de Deus pela transgressão. Muitos ignoram totalmente que não estão guardando o quarto mandamento. É fundamental que todos busquem a verdade no divino Manual, para que possam chegar a uma conclusão sobre o que o Senhor diz a respeito dessa questão… O Deus do Céu apresenta Sua lei, e Satanás expõe seu sábado falso. […] O domingo é filho do papado. Ele foi adotado e sustentado pelo mundo protestante como uma exigência genuína de Jeová, mas não há fundamento para isso na Palavra de Deus.” Review and Herald,13 de julho de 1897.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?