Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

O testemunho dos guardas

Mas onde estavam os guardas romanos? Haviam sido capacitados a ver o poderoso anjo que cantara o cântico de triunfo por ocasião do nascimento de Cristo. Os anjos agora cantavam o cântico do amor redentor. … 

Quando a comitiva celeste foi oculta a seus olhos, eles se ergueram e, tão rápido como lhes permitiram os trêmulos membros, encaminharam-se para a porta do horto. Ao se erguerem, cambaleando como cegos ou ébrios, com o rosto pálido como de um morto, precipitaram-se para a cidade, dando as maravilhosas novas àqueles com quem se encontravam. Mensageiros os precederam rapidamente diante dos sacerdotes e príncipes declarando, da melhor maneira que podiam, os incidentes ocorridos. Os guardas iam em busca de Pilatos, mas os sacerdotes e príncipes ordenaram que fossem primeiro levados a sua presença. Os endurecidos soldados apresentavam um estranho aspecto, ao darem testemunho tanto da ressurreição de Cristo quanto da multidão que Ele trouxera consigo como Aquele que detém o poder doador de vida. … 

Não tiveram tempo de pensar ou falar qualquer coisa que não fosse a verdade. Acharam que sua história seria imediatamente apreciada pelos homens supostamente justos que os haviam contratado. Mas os príncipes não se agradaram do relatório. … 

Os soldados foram subornados para relatar uma falsidade, e os sacerdotes garantiram que, se o assunto chegasse aos ouvidos de Pilatos, como certamente ocorreria, eles seriam responsáveis pelas ações dos soldados. Subornaram Pilatos para que silenciasse. Fizeram mais. Por intermédio de mensageiros especiais, mandaram a todas as partes do país a história que haviam forjado. … 

Muitos creram em Jesus ao verem as terríveis cenas que haviam acontecido. Lembraram-se da voz que fora ouvida ao pé da cruz em meio ao barulho e à confusão: “O centurião e os que com ele guardavam a Jesus, vendo o terremoto e tudo o que se passava, ficaram possuídos de grande temor e disseram: Verdadeiramente este era Filho de Deus.” Mateus 27:54. … Todos os olhos se voltaram para o lugar de onde viera a voz. Quem havia falado? Fora o centurião e os soldados romanos, pagãos e idólatras. … 

O que iluminara e convencera aqueles homens a ponto de não poderem abster-se de confessar sua fé em Jesus? Fora o sermão proferido por todos os atos de Cristo e por Seu silêncio sob cruéis maus-tratos. … Naquele corpo lacerado, ferido e alquebrado, suspenso na cruz, o centurião reconheceu a forma do Filho de Deus. — Manuscrito 115, 1897. 

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?