Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

O testemunho de Jesus

É por intermédio de alguém que é “irmão e companheiro na tribulação” que Cristo revela ao Seu povo o terrível conflito que deverão enfrentar antes de Sua segunda vinda. Antes de serem abertas perante eles as cenas de sua amarga luta, são lembrados de que outros crentes também beberam o cálice e foram batizados com o batismo. Aquele que susteve essas primeiras testemunhas da verdade não abandonará Seu povo no conflito final. 

Foi numa época de feroz perseguição e grandes trevas, quando Satanás parecia triunfar sobre as fiéis testemunhas de Deus, que João em sua idade avançada foi sentenciado ao desterro. Foi isolado de seus companheiros de fé e detido em seus labores no evangelho; mas não foi separado da presença de Deus. O desolado lugar de seu exílio provou ser para ele a porta do Céu. Diz João: “Achei-me em espírito no dia do Senhor” — o dia que Deus havia abençoado e santificado — “e ouvi, por detrás de mim, grande voz, como de trombeta, dizendo: O que vês escreve em livro… Eu sou o Alfa e o Ômega, o primeiro e o último… Voltei-me para ver quem falava comigo e, voltado, vi sete candeeiros de ouro e, no meio dos candeeiros, um semelhante a Filho de homem.” Apocalipse 1:10-13. … 

Cristo anda no meio dos castiçais de ouro. Assim é simbolizada a Sua relação para com as igrejas. Ele está em constante comunicação com Seu povo. … Conquanto seja sumo sacerdote e mediador no santuário celestial, é apresentado andando de um para outro lado entre as Suas igrejas terrestres. … 

Mais uma vez, ao repousar o Espírito Santo sobre o profeta, ele vê uma porta aberta no Céu e ouve uma voz que o convida a olhar as coisas que hão de acontecer no futuro. Ele diz: “Eis armado no Céu um trono, e, no trono, Alguém sentado; e esse que Se acha assentado é semelhante, no aspecto, a pedra de jaspe e de sardónio.” Apocalipse 4:2, 3. Anjos ministradores O rodeavam, esperando ansiosos cumprir-Lhe a vontade, enquanto o arco-íris da promessa de Deus, que era sinal de Seu concerto com Noé, foi visto por João encimando o trono — um penhor da misericórdia de Deus para com cada pessoa crente e arrependida. É um testemunho perpétuo de que “Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito, para que todo o que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. João 3:16. Declara ao mundo todo que Deus jamais Se esquecerá de Seu povo na luta contra o mal. — Manuscrito 100, 1893.

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?