Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

O selo de Deus

O sábado foi dado a toda a humanidade, para comemorar a obra da criação. O grande Jeová, quando lançou os fundamentos da Terra, quando revestiu o mundo todo com seus trajes de beleza e criou as maravilhas da Terra e do mar, instituiu o dia do sábado e o santificou. … Deus santificou e abençoou o dia no qual repousou de toda a Sua maravilhosa obra. E esse sábado, santificado por Deus, devia ser guardado como concerto perpétuo. Era um memorial que devia permanecer de geração em geração, até o fim da história terrestre. … 

Durante sua permanência no Egito, Israel por tanto tempo vira e ouvira a idolatria sendo praticada, que em grande medida perdeu seu conhecimento de Deus e de Sua lei, bem como o senso da importância e santidade do sábado. A lei foi dada uma segunda vez para trazer-lhes essas coisas à lembrança. Nos estatutos de Deus definiu-se a religião prática para toda a humanidade. … 

Existem aqueles que afirmam que o sábado foi dado somente para os judeus; mas Deus nunca disse isso. Ele entregou o sábado ao Seu povo de Israel como um sagrado depósito, mas o próprio facto de que o deserto do Sinai, e não a Palestina, foi o local escolhido por Ele para proclamar Sua lei, revela que era Sua intenção dá-lo a toda a humanidade. A lei dos Dez Mandamentos é tão antiga quanto a criação. A instituição do sábado, portanto, não tem relação especial para com os judeus, mais do que para quaisquer outros seres criados. Deus tornou obrigatória a observância do sábado para todos os povos. “O sábado”, afirma-se claramente, “foi estabelecido por causa do homem.” Marcos 2:27. Todos aqueles, portanto, que se encontram em perigo de ser enganados neste ponto, dêem atenção à Palavra de Deus e não às declarações de seres humanos. … Toda pessoa tem sido provada, como o foram Adão e Eva no Éden. Assim como a árvore do conhecimento do bem e do mal foi colocada no meio do Jardim do Éden, assim o mandamento do sábado é colocado no meio do Decálogo. Acerca do fruto da árvore do conhecimento, fez-se a restrição: Dele não comereis… para que não morrais. Acerca do sábado, Deus disse: Não o profaneis; antes, santificai-o… Assim como a árvore do conhecimento foi o teste da obediência de Adão, o quarto mandamento é o teste que Deus deu para provar a lealdade de todo o Seu povo. A experiência de Adão deve ser para nós uma advertência, enquanto o tempo durar. Adverte-nos a não aceitar de lábios mortais ou de anjos qualquer sugestão que nos afaste um jota ou um til da santa lei de Jeová. — The Review and Herald, 30 de Agosto de 1898.

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?