Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

O sábado, Elo de ligação com a família.

Mês de Setembro –    Sábado – O sinal de distinção e elo de ligação

“Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor.” Josué 24:15.

“O sábado e a família foram, semelhantemente, instituídos no Éden, e no propósito de Deus acham-se indissoluvelmente ligados um ao outro. Neste dia, mais do que em qualquer outro, é-nos possível viver a vida do Éden. Era o plano de Deus que os membros da família se associassem no trabalho e estudo, no culto e recreação.” Educação, pág. 250.
“Muitas vezes o pai dificilmente vê a face de seus filhos durante toda a semana. Acha-se quase totalmente desprovido de ocasião para companhia ou instrução. O amor de Deus, porém, estabeleceu um limite às exigências do trabalho. Sobre o sábado Ele põe Sua misericordiosa mão. No Seu dia Ele reserva à família a oportunidade da comunhão com Ele, com a Natureza, e uns para com outros. Visto que o sábado é a memória do poder criador, é o dia em que de preferência a todos os outros devemos familiarizar-nos com Deus mediante Suas obras. … Felizes são o pai e a mãe que podem ensinar a seus filhos a Palavra escrita de Deus com ilustrações tiradas das páginas abertas do livro da Natureza; que podem com eles reunir-se sob as verdes árvores, no ar fresco e puro, para estudar a Palavra e cantar os louvores do Pai celestial.” Educação, págs. 250 e 251.
“O sábado deve ser tornado tão interessante para nossas famílias, que sua volta semanal seja saudada com alegria.” Testimonies, vol. 2, pág. 585.
“O que o Senhor requer de nós? A observância do Seu sábado, “como pacto perpétuo”. Deus deseja que toda família porte seu sinal. Assim podemos mostrar que somos leais e verdadeiros para com Seus mandamentos… Vejam a consideração mostrada hoje pelo sábado espúrio. E aqueles que fazem leis para guardar esse falso dia de descanso fazem leis também que legalizam o tráfico de bebidas alcoólicas, uma maldição que está brutalizando os seres feitos à imagem de Deus, ao roubar-lhes a razão.” — The Review and Herald, 17 de abril de 1900.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?