Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

O caráter aprovado pelo céu

“Ninguém despreze a tua mocidade; pelo contrário, torna-te padrão dos fiéis, na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza.” 1 Timóteo 4:12.

Jesus, a Majestade do Céu, deixou um exemplo para os jovens. Ele trabalhou na oficina de Nazaré por Seu pão diário. Era submisso a Seus pais e não procurava controlar Seu próprio tempo ou seguir Sua própria vontade. Por uma vida de complacente indulgência o jovem jamais poderá alcançar verdadeira excelência como homem ou como cristão. Deus não nos promete conforto, honra ou riqueza em Seu serviço; mas nos assegura que todas as bênçãos necessárias serão nossas, “com perseguições”, “e no mundo por vir a vida eterna”. Cristo não aceitará nada menos do que inteira consagração a Seu serviço. Esta é a lição que cada um de nós precisa aprender. …

Temos marcantes ilustrações do poder sustentador de firmes princípios religiosos. … A aterradora cova dos leões não pôde afastar a Daniel de suas orações diárias, nem a fornalha induzir Sadraque e seus companheiros a prostrar-se diante do ídolo erguido por Nabucodonosor. Os jovens que têm princípios firmes rejeitarão o prazer, desafiarão a dor e enfrentarão até mesmo a cova dos leões e a fornalha de fogo ardente, de preferência a serem achados infiéis a Deus. Notai o caráter de José. A virtude foi severamente provada, mas seu triunfo foi completo. Em todos os pontos o nobre jovem resistiu à prova. O mesmo princípio elevado e inflexível evidenciou-se em toda provação. O Senhor estava com ele, e Sua palavra era lei. — Testimonies for the Church 5:42, 43.

Os que estudam a Bíblia, consultam a Deus e confiam em Cristo serão habilitados a agir sabiamente em todas as ocasiões e sob quaisquer circunstâncias. Bons princípios serão exemplificados na vida real. Permiti tão-somente que a verdade para este tempo seja cordialmente recebida e se torne a base do caráter, e ela produzirá tal firmeza de propósito que as seduções do prazer, a instabilidade do costume, o desdém dos amantes do mundo e os próprios clamores do coração por satisfação pessoal serão incapazes de influenciar. A consciência primeiro precisa ser esclarecida, a vontade posta em sujeição. O amor da verdade e da justiça deve reinar na vida, e manifestar-se-á um caráter que o Céu pode aprovar. — Testimonies for the Church 5:43.

Ano Bíblico- Juí. 6-8. Juvenis: Jos. 8

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?