Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

O amor no lar pode garantir uma obra missionária doméstica bem-sucedida

Mês de Setembro:

Métodos para alcançar almas

Assim, permanecem agora estes três: a fé, a esperança e o amor. O maior deles, porém, é o amor (1 Coríntios 13:13 — Nova Versão Internacional, 2001)

O lar deve ser o centro do amor mais puro e da mais elevada afeição. Paz, harmonia, afeição e felicidade devem ser perseverantemente acariciadas cada dia, até que essas preciosas virtudes habitem no coração dos que compõem a família. A planta do amor deve ser cuidadosamente alimentada; caso contrário morrerá. Todo bom princípio deve ser acariciado se queremos que ele floresça na alma. O que Satanás planta no coração — ruins suspeitas, inveja, ciúmes, maledicência, impaciência, preconceito, egoísmo e cobiça — devem ser desarraigados. Se se permite que essas más qualidades permaneçam na alma, produzirão frutos pelos quais muitos serão corrompidos. Oh, quantos cultivam as venenosas plantas que matam os preciosos frutos do amor e debilitam o caráter!
Não trate seus filhos somente com severidade, esquecendo a sua própria infância, e que eles não passam de crianças. Não espere que sejam perfeitos, nem tente torná-los, de uma hora para outra, homens e mulheres em seus atos. Assim fazendo, você fechará a porta de acesso que, de outro modo, poderia ter a eles, e isso os levará a abrir outra porta às influências prejudiciais, para que outros lhes envenenem a mente juvenil antes que você se dê conta do risco que correm. […] Os pais não se devem esquecer dos anos de sua infância, de quanto anelavam simpatia e amor, e como se sentiam infelizes quando censurados e repreendidos com irritação. Devem ser novamente jovens em seus sentimentos, e levar a mente a compreender as necessidades das crianças. — O lar adventista, pp. 195 e 196.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?