Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

No tempo certo não devemos deixar de falar do sábado

Mês de Novembro

O sábado em nossos dias – como apresentá-lo.

“Porque, se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim, se não anunciar o evangelho!” 1 Coríntios 9:16.

“Estes assuntos precisam ser divulgados com prudência. Ainda não conseguimos firmar pé neste país. O inimigo de toda a justiça tem estado, e ainda está atuando por meio de todo artifício que pode inventar, para entravar a obra que deve ser feita para esclarecer e instruir o público; suas forças estão aumentando.” Evangelismo, 227. “A precaução é necessária; mas enquanto alguns obreiros são cautelosos e avançam lentamente, se não estão com eles ligadas no seu trabalho pessoas que vejam a necessidade de serem empreendedoras, muito se perderá; passarão as oportunidades, e não será discernida a providência divina que prepara o caminho. Quando as pessoas que estão convencidas não são levadas a fazer decisão na primeira oportunidade possível, há perigo de que a convicção gradualmente desapareça. …Frequentemente, quando uma congregação se encontra precisamente no ponto em que o coração está preparado para o assunto do sábado, este tema é adiado pelo temor das consequências. Isto tem sido feito, e o resultado não tem sido bom.” Carta 31, 1892.
“Ao terdes perante vós uma congregação por apenas duas semanas, não adieis a apresentação do assunto do sábado até que tudo mais haja sido apresentado, na suposição de que assim preparais o caminho para ele. Elevai a norma, os mandamentos de Deus, e a fé de Jesus. Fazei disto o tema importante. A seguir, por meio de fortes argumentos, dai-lhe força ainda maior. Prolongai-vos mais no Apocalipse. Lede, explicai e reforçai o seu ensino.” Testimonies, vol. 6, pág. 61.
“Fazei com que os estranhos percebam que pregamos tanto o evangelho quanto a lei e deleitar-se-ão com estas verdades, e muitos se decidirão em prol da verdade.” Carta 1, 1889.
“A lei e o evangelho, revelados na Palavra, devem ser pregados ao povo; pois a lei e o evangelho combinados, convencerão do pecado. A lei de Deus, conquanto condene o pecado, aponta o evangelho, revelando a Jesus Cristo, em quem “habita corporalmente toda a plenitude da divindade”. Col. 2:9… Assim, tanto a lei quanto o evangelho, estão amalgamados. Em nenhum sermão devem eles ser divorciados.” Manuscrito 21, 1891.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?