Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Negócios particulares não podem prejudicar a obra do evangelista

Mês de Novembro:

Resultados garantidos

Ninguém que milita se embaraça com negócio desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra (2 Timóteo 2:4).

Devemos ser coobreiros Seus. Os que se acham em Seu serviço precisam separar-se de todo embaraço de negócios que lhes manchem o caráter cristão. Os pescadores chamados pelo Salvador, deixaram imediatamente suas redes. Os que se entregam à obra do ministério não se devem enredar com ramos de negócios que venham a trazer aspereza a sua vida, e sejam detrimentos a seu progresso espiritual na obra que o Senhor lhes deu a fazer.
Importa que não haja na vida do obreiro nenhuma duplicidade, nenhum caminho tortuoso. Conquanto o erro, mesmo nutrido em sinceridade, seja perigoso para quem quer que seja, a insinceridade no que respeita à verdade, é fatal.
Os homens podem falar fluentemente sobre doutrinas, e podem exprimir vigorosa fé em teorias; possuem eles, porém, mansidão e amor semelhantes a Cristo? Caso revelem um espírito áspero, crítico, estão negando a Cristo. Se não são bondosos, brandos de coração, longânimos, não são semelhantes a Jesus; enganam sua própria alma. Um espírito contrário ao amor, à humildade, à mansidão e à benignidade de Cristo, nega-O, seja qual for a profissão de fé. — Evangelismo, p. 632.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?