Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Não pregue tempo demais!

E, estando um certo jovem, por nome Êutico, assentado numa janela, caiu do terceiro andar, tomado de um sono profundo que lhe sobreveio durante o extenso discurso de Paulo; e foi levantado morto (Atos 20:9).

“Não gosto de demorar-me muito mais que meia hora”, disse um pregador fiel e fervoroso, que por certo nunca deu aos seus ouvintes alguma coisa cuja preparação não lhe houvesse custado nada. “Eu sei que a digestão espiritual de algumas pessoas é fraca e deve entristecer-me que meus ouvintes tenham que empregar a seguinte meia hora para esquecer o que lhes disse na meia hora anterior, ou a desejar que termine quando já lhes dei tanto quanto podem levar consigo”. — Carta 47, 1886.
Alguns de seus longos discursos teriam muito melhor efeito sobre as pessoas se você os dividisse em três partes. As pessoas não podem digerir tanto; a mente delas tampouco os pode apreender, e chegam a cansar-se e confundir-se ao ser-lhes apresentada tanta matéria em um único sermão. […] Na sua essência e na prática, a verdade é tão diferente dos erros pregados dos púlpitos populares que, ao ser apresentada aos ouvintes pela primeira vez, quase os confunde. É alimento sólido e deve ser distribuído delicadamente. Se bem que algumas mentes sejam rápidas para captar ideias, outras são lentas para compreender verdades novas e surpreendentes que envolvem grandes mudanças e apresentam uma cruz a cada passo. Dê tempo a elas para digerirem as maravilhosas verdades da mensagem que você lhes apresenta.
Deve o pregador esforçar-se por levar consigo a compreensão e as simpatias das pessoas. Não suba muito alto, aonde não poderão acompanhá-lo, mas apresente a verdade, ponto por ponto, lenta e claramente, destacando uns poucos pontos essenciais, e então essa verdade será como um prego fixado em lugar seguro pelo “Mestre das congregações”. Se você parar quando necessário, não dando aos ouvintes mais do que podem compreender e aproveitar, estarão ansiosos para ouvir mais, e assim será mantido o interesse. — Carta 39, 1887.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?