Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Não há nada mais precioso para Cristo

Mês de Novembro:

Resultados garantidos

Pode uma mulher esquecer-se tanto do filho que cria, que se não compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas, ainda que esta se esquecesse, Eu, todavia, Me não esquecerei de ti (Isaías 49:15).

Cristo pede a todo homem e mulher que se revista da armadura de Sua justiça, e se ponha ao trabalho. “Acho-me à sua mão direita, para ajudá-lo”, declara Ele. Conte todas as suas provações e perplexidades ao seu Deus. Ele jamais trairá sua confiança. Nada há tão precioso para Cristo, como a possessão que adquiriu por preço — Sua igreja, os obreiros que saem a espalhar a semente da verdade. […] Pense em Jesus. Ele Se encontra em Seu santo lugar, não solitário, mas circundado por miríades de miríades de anjos celestes, que esperam cumprir Suas ordens. E Ele ordena a você que vá e trabalhe em favor do mais fraco dos santos, o qual põe em Deus Sua confiança. Elevados e humildes, ricos e pobres, para todos se provê o mesmo auxílio.
Obreiros de Cristo nunca devem pensar, muito menos falar em fracasso em sua obra. O Senhor Jesus é nossa eficiência em todas as coisas; Seu Espírito tem de ser nossa inspiração; e ao nos colocarmos em Suas mãos, para ser veículos de luz, nossos meios de fazer bem nunca se esgotarão. Poderemos desfrutar de Sua plenitude, e receber daquela graça que desconhece limites.
Mas se nos entregarmos completamente a Deus, e seguirmos Sua direção em nosso trabalho, Ele mesmo Se responsabilizará pelo cumprimento. Não quer que nos entreguemos a conjeturas sobre o êxito de nossos esforços honestos. Nem uma vez devemos pensar em fracasso. Devemos cooperar com Aquele que não conhece fracasso. — Serviço cristão, p. 199.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?