Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Mais amplo conhecimento de Deus

“A vida eterna é esta: que Te conheçam a Ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.” João 17:3.

Unicamente conhecendo a Deus aqui, podemos preparar-nos para o encontro com Ele em Sua vinda. … Muitos, porém, dos que professam crer em Cristo, não conhecem a Deus. Têm apenas uma religião superficial. Não amam a Deus; não estudam Seu caráter; não sabem, portanto, como confiar, como olhar e viver. Não sabem o que é amor tranquilo, ou que significa andar pela fé. As oportunidades para ouvir e aceitar as mensagens do amor de Deus não são apreciadas e aproveitadas. Eles deixam de compreender que é seu dever receber, a fim de que possam enriquecer a outros.

O mundo, por sua própria sabedoria, não conhece a Deus. Muitos têm falado eloquentemente a Seu respeito, mas o seu raciocínio não leva os homens para mais perto dEle, porque eles mesmos não estão em conexão vital com Ele. Pretendendo ser sábios, tornam-se loucos. Seu conhecimento de Deus é imperfeito. Não se harmonizam com Ele. — The Review and Herald, 3 de Fevereiro de 1903.

Não podemos, pesquisando, encontrar a Deus; Ele, porém, revelou-Se em Seu Filho, que é o esplendor da glória de Seu Pai, e a expressa imagem de Sua pessoa. Se desejarmos conhecimento de Deus, precisamos ser semelhantes a Cristo. … Viver uma vida pura pela fé em Cristo como Salvador pessoal trará ao crente mais clara e elevada concepção de Deus. — The Youth’s Instructor, 22 de Março de 1900.

Cristo é uma perfeita revelação de Deus. “Ninguém jamais viu a Deus”, diz Ele; “o Deus unigenito, que está no seio do Pai, é quem O revelou”. João 1:18. Unicamente conhecendo a Cristo podemos conhecer a Deus. Contemplando-O, seremos transformados à Sua imagem, preparados para encontrá-Lo quando vier. …

Agora é o tempo de preparo para a vinda de nosso Senhor. A prontidão para encontrar-se com Ele não pode ser obtida num momento. Como preparação para essa cena solene deve haver atenta espera e vigilância, combinadas com trabalho diligente. Assim os filhos de Deus O glorificam. Entre as ativas cenas da vida suas vozes serão ouvidas proferindo palavras de animação, esperança e fé. Tudo o que eles têm e são é consagrado ao serviço do Mestre. Preparam-se deste modo para encontrar-se com seu Senhor; e quando Ele vier, dirão, com alegria: “Eis que este é o nosso Deus, em quem esperávamos, e Ele nos salvará”. Isaías 25:9. — The Review and Herald, 3 de Fevereiro de 1903.

Ano Bíblico: Jos. 5-8. Juvenis: Deut. 34.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?