Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Graça bastante para todos

Se, pela ofensa de um e por meio de um só, reinou a morte, muito mais os que recebem a abundância da graça e o dom da justiça reinarão em vida por meio de um só, a saber, Jesus Cristo. Romanos 5:17.

Deus tem abundância de graça e poder aguardando nossa demanda. Mas a razão por que não se22para Jesus. Não exaltamos a Jesus nem descansamos inteiramente em Seus méritos. — Testimonies for the Church 5:167.

A providência tomada é completa, e a eterna justiça de Cristo é colocada ao crédito de toda alma crente. As vestes, preciosas e sem mácula, tecidas nos teares do Céu, foram providas para o pecador arrependido e crente, e ele poderá dizer: “Regozijar-me-ei muito no Senhor, a minha alma se alegra no meu Deus; porque me vestiu de vestidos de salvação, me cobriu com o manto de justiça, como o noivo que se adorna com atavios, e como noiva que se enfeita com as suas jóias.” Isaías 61:10.

Abundante graça foi provida para que o crente possa manter-se livre do pecado; pois todo o Céu, com seus recursos ilimitados, foi posto à nossa disposição. Devemos servir-nos da fonte da salvação. … Em nós mesmos somos pecadores; mas em Cristo somos justos. Tendo-nos feito justos, mediante a imputada justiça de Cristo, Deus nos pronuncia justos e nos trata como justos. Considera-nos Seus filhos amados. Cristo atua contra o poder do pecado, e onde este abundava, muito mais abundante é a graça. — Mensagens Escolhidas 1:394.

Podemos consignar progresso diário no caminho ascendente da santidade, e todavia encontraremos alturas ainda maiores a galgar; mas toda tensão do músculo espiritual, cada esforço do coração e do cérebro, traz à luz a abundância do suprimento de graça que nos é necessário à medida que avançamos. Quanto mais contemplarmos essas riquezas, tanto mais entraremos de posse delas, e tanto mais revelaremos os méritos do sacrifício de Cristo, a proteção de Sua justiça, Seu inexprimível amor, a plenitude de Sua sabedoria, e Seu poder de nos apresentar ao Pai sem mácula ou ruga ou coisa semelhante. — Manuscrito 20, 1899.

Vivemos no dia da preparação. Temos de obter pleno suprimento de graça, dos celeiros celestiais. O Senhor tomou providências para as necessidades de cada dia. — The Review and Herald, 31 de Maio de 1906.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?