Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Fim ao poder de Satanás

O Comandante do Céu foi assaltado pelo tentador. Não teve uma passagem livre e desobstruída pelo mundo. Não foi deixado livre e sem impedimentos para conquistar pessoas para o Seu reino mediante Sua graciosa misericórdia e benignidade. … Nenhum ser humano viera ao mundo e escapara do poder do enganador. Todas as forças da confederação do mal se dispuseram em Seu caminho para empenhar-se em batalha contra Ele e, se possível, prevalecer sobre Ele. … 

Satanás viu a imagem de Deus no caráter e na pessoa de Jesus Cristo. Ele sabia que se Cristo executasse Seu plano, sua autoridade satânica teria fim. A vida de Cristo, portanto, foi uma guerra constante contra os instrumentos satânicos. … O conflito intensificou-se em ferocidade e malignidade ao ser arrancada repetidamente a presa de suas mãos. … 

Justamente antes de Sua crucifixão o Salvador disse: “Aí vem o príncipe do mundo; e ele nada tem em Mim.” Embora aquela fosse a hora do poder das trevas, em antecipação ao Seu triunfo pôde Cristo dizer: “O príncipe deste mundo já está julgado.” João 16:11. “Chegou o momento de ser julgado este mundo, e agora o seu príncipe será expulso.” João 12:31. Vendo completada a obra da redenção, Ele pôde, mesmo às portas da morte, falar da grande libertação final e representar as coisas futuras como se já fossem presentes. O Filho unigênito do infinito Deus pôde com sucesso executar o grande plano que tornou certa a salvação da humanidade. … 

A condição do mundo antes do primeiro aparecimento de Cristo é um quadro da condição do mundo exatamente antes de Seu segundo advento. A mesma iniquidade existirá; Satanás manifesta o mesmo poder enganador sobre a mente humana. … Ele está preparando seu exército de instrumentos humanos para o envolvimento no último conflito contra o Príncipe da vida, para subverter a lei de Deus, que é o fundamento de Seu trono. Satanás operará com miraculosas apresentações para confirmar as pessoas na crença de que ele é o que alega ser — o príncipe deste mundo — e que a vitória é sua. Voltará suas forças contra os que são leais a Deus; mas embora possa causar dor, aflição e agonia entre os seres humanos, não poderá poluir a alma. … O povo de Deus nestes últimos dias deve esperar entrar no auge do conflito, pois a Palavra profética diz: “Irou-se o dragão contra a mulher e foi pelejar com os restantes da sua descendência, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus.” Apocalipse 12:17. — Carta 43, 1895; The Review and Herald, 29-10-1895.

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?