Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Espiritismo e Revolução

“A isto ele respondeu: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento; e: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.” Lucas 10:27.

Quando o jovem sai ao mundo, para encontrar suas seduções ao pecado — a paixão de ganhar dinheiro, a paixão dos divertimentos e contemporizações, da ostentação, do luxo, extravagâncias, engano, fraude, roubo e ruína — que ensinos encontrará ali?

O Espiritismo afirma que os homens são semideuses, não decaídos; que “cada mente julgará a si mesma”, que “o verdadeiro conhecimento coloca os homens acima de toda a lei”, que “todos os pecados cometidos são inocentes”, pois “o que quer que seja, está certo”, e “Deus não condena”. Representa os mais vis dos seres humanos como estando no Céu, e grandemente exaltados ali. Assim, declara ele a todos os homens: “Não importa o que façais; vivei como vos aprouver, o Céu é vosso lar.” Multidões são levadas assim a crer que o desejo é a lei mais elevada, a libertinagem é liberdade, e que o homem é apenas responsável a si mesmo.

Com tal ensino dado logo ao princípio da vida, quando os impulsos são os mais fortes e mais urgente a necessidade de restrição própria e pureza, onde está a salvaguarda da virtude? O que deverá impedir que o mundo se torne uma segunda Sodoma?

Ao mesmo tempo a anarquia procura varrer todas as leis, não somente as divinas mas também as humanas. A centralização da riqueza e poder; vastas coligações para enriquecerem os poucos que nelas tomam parte, a expensas de muitos; as combinações entre as classes pobres para a defesa de seus interesses e reclamos, o espírito de desassossego, tumulto e matança; a disseminação mundial dos mesmos ensinos que ocasionaram a Revolução Francesa — tudo propende a envolver o mundo inteiro em uma luta semelhante àquela que convulsionou a França. …

Em cada geração e país, o verdadeiro fundamento e modelo para a formação do caráter tem sido o mesmo. A lei divina: “Amarás ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, … e ao teu próximo como a ti mesmo” (Lucas 10:27) — grande princípio este manifesto no caráter e vida de nosso Salvador — é o único fundamento certo e o único guia seguro. — Educação, 227-229.

Ano Bíblico: 2 Crônicas 26-28 – juvenis: 2 Reis 6:1-23

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?