Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Deus revela seus segredos

Em épocas passadas, o Senhor Deus do Céu revelou Seus segredos a Seus profetas, e isso Ele faz ainda. O presente e o futuro são igualmente claros para Ele, e Deus mostra a Seus servos a história futura daquilo que será. O Onisciente lançou um olhar para os séculos por vir e predisse por intermédio de Seus profetas o surgimento e a queda de reinos, centenas de anos antes que os eventos profetizados ocorressem. A voz de Deus ecoa através dos séculos, contando aos habitantes da Terra o que deverá acontecer. Reis e príncipes assumem seu lugar no tempo indicado. Julgam estar executando seus próprios propósitos, mas na realidade estão cumprindo a palavra que Deus deu através de Seus profetas. … 

Os incrédulos e ímpios não discernem os sinais dos tempos. Na ignorância, podem recusar-se a aceitar o relato inspirado. Mas quando cristãos professos falam zombeteiramente dos caminhos e meios empregados pelo grande EU SOU para tornar conhecidos os Seus propósitos, mostram-se ignorantes tanto das Escrituras quanto do poder de Deus. … O cristão que aceita a verdade, a verdade completa, e nada a não ser a verdade, verá a história bíblica em seu verdadeiro significado. O passado, a história da dispensação judaica desde o início até ao fim, em lugar de ser desdenhosamente mencionada e ridicularizada como “a idade escura”, revelará luz e ainda mais luz, ao ser estudada. 

A palavra de homens e mulheres falha, e aqueles que se permitem depender de suas declarações podem muito bem tremer, pois um dia serão como embarcações naufragadas. Mas a Palavra de Deus é infalível e dura para sempre. … 

Deus vive e reina. Sua glória não está confinada a um templo feito por mãos. Ele não fechou o Céu contra Seu povo. Assim como no período judaico, Deus neste tempo revela Seus segredos aos Seus servos, os profetas. 

A imagem mostrada a Nabucodonosor (Daniel 2) nas visões da noite, representa os reinos do mundo. Os metais da imagem, simbolizando os diferentes reinos, iam-se tornando cada vez menos puros e valiosos. A cabeça da imagem era de ouro, o peito e braços de prata, o ventre de cobre, [as pernas de ferro] e os pés e artelhos de ferro misturado com barro. Assim os reinos representados por eles se deterioraram em valor. … Tivessem conservado o temor do Senhor diante de si, e teriam recebido a sabedoria e o poder que os ligariam e manteriam fortes. — Manuscrito 39, 1899; ver também The Review and Herald, 6 de Fevereiro de 1900.

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?