Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Cuidado com os extremos

E ele lhe disse: Ai de vós também, doutores da Lei, que carregais os homens com cargas difíceis de transportar, e vós mesmos nem ainda com um dos vossos dedos tocais essas cargas! (Lucas 11:46).

Os que querem trabalhar por palavra e doutrina, devem estar firmemente arraigados na verdade antes de serem autorizados a sair ao campo para ensinar outros. A verdade, pura e genuína, deve ser apresentada às pessoas. A mensagem do terceiro anjo é que apresenta a verdadeira prova para as pessoas. Satanás induzirá os homens a forjar falsas provas, e assim tratar de obscurecer o valor da mensagem da verdade, anulando-lhe os efeitos.
O desejo e plano de Satanás é introduzir entre nós as pessoas que vão a grandes extremos; pessoas de mente estreita, críticas e incisivas, e muito tenazes em sustentar seus próprios conceitos sobre o que é a verdade. Serão muito exigentes e buscarão impor deveres rigorosos, exagerando muitos assuntos de somenos importância, ao passo que descuidam matéria de mais peso da Lei — o juízo, a misericórdia e o amor de Deus. Pela obra de umas poucas pessoas dessa espécie toda a comunidade dos observadores do sábado será taxada de intolerante, farisaica e fanática. Por causa desses obreiros considerar-se-á a obra da verdade indigna de atenção.
Deus tem uma obra especial para os homens experimentados fazerem. Terão eles que proteger a causa de Deus. Têm que cuidar de que a obra de Deus não seja confiada a homens que creiam ter o privilégio de proceder segundo o seu próprio juízo independente, para pregar o que bem lhes aprouver, não ficando responsáveis perante ninguém pelas instruções que ministram nem pelo trabalho que realizam. Se este espírito de pretensão chegar a dominar em nosso meio, não haverá harmonia de ação, nem unidade de espírito, nem segurança para a obra, nem haverá crescimento salutar na causa. Haverá falsos mestres, maus obreiros que, insinuando o erro, afastarão da verdade as almas. Cristo orou para que Seus seguidores fossem um, como Ele era um com o Pai. Os que desejam ver atendida esta oração, devem tratar de desviar a mais leve tendência de desunião, e buscar manter entre os irmãos o espírito de união e amor. — The Review and Herald, 29 de maio de 1888.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?