Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Completa dependência humana não é recomendada

Pela manhã, semeia a tua semente e, à tarde, não retires a tua mão, porque tu não sabes qual prosperará; se esta, se aquela ou se ambas igualmente serão boas (Eclesiastes 11:6).

Homem algum pode prescrever os dias e as semanas que alguém deve ficar em certa localidade antes de mudar-se para outro lugar. As circunstâncias devem moldar os trabalhos do ministro de Deus, e se ele O busca, compreenderá que sua obra abrange toda parte da vinha do Senhor, tanto a que está perto como a que fica longe. O obreiro não deve limitar sua obra a uma medida especificada. Não deve ter limites restritos, mas estender seu trabalho aonde quer que a necessidade o exija. Deus é seu colaborador; deve buscar sabedoria e conselho dEle a cada passo, e não confiar no conselho humano.
A obra tem sido grandemente prejudicada em muitos campos devido ao fato de os obreiros pedirem conselhos dos que não estão trabalhando naquele campo, que não podem ver nem sentir a necessidade, e, portanto, não podem entender a situação tão bem como os que se acham no próprio campo. — Carta 8, 1895.
Quando um ministro é designado para determinada obra, não deve considerar que precisa perguntar ao presidente da associação quantos dias ele há de trabalhar em certa localidade, mas buscar sabedoria dAquele que lhe designou o trabalho, Aquele que promete dar sabedoria e infalível juízo, que dá liberalmente e o não lança em rosto. Ele precisa considerar atentamente cada parte da vinha que lhe é repartida, e discernir pela graça dada o que há de fazer ou não fazer. Surgirão circunstâncias que, sendo cuidadosamente estudadas com humildade e fé, buscando sabedoria de Deus, farão de você um obreiro sábio e bem-sucedido. — Carta 8, 1895.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?