Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

As publicações vão aonde ninguém pode ir

Mês de Agosto:
Publicações — a obra por excelência 

E os servos, saindo pelos caminhos, ajuntaram todos quantos encontraram, tanto maus como bons; e a festa nupcial ficou cheia de convidados (Mateus 22:10).

Há muitos lugares onde não pode chegar a voz do pastor, lugares que só podem ser alcançados pelas nossas publicações — os livros, as revistas e os folhetos cheios da verdade bíblica de que o povo necessita. Nossa literatura deve ser distribuída por toda parte. A verdade tem de ser semeada em todas as águas; pois não sabemos qual há de prosperar, se esta, se aquela. Em nosso juízo falho, julgamos talvez que não devemos dar literatura a pessoas que no entanto seriam exatamente as primeiras a aceitar a verdade. Não sabemos quais podem ser os bons resultados de dar um folheto contendo a verdade presente. — The Southern Work, 5 de janeiro de 1904.
No milagre de alimentar a multidão com alguns pães e peixes, o alimento foi aumentado ao passar das mãos de Cristo para as daqueles que o recebiam. O mesmo se dará na distribuição de nossa literatura. A verdade de Deus, ao ser passada adiante, multiplicar-se-á grandemente. E assim como os discípulos, a mandado de Cristo, apanharam os sobejos para que nada se perdesse, assim devemos nós entesourar cada fragmento da literatura depositária da verdade para este tempo. Ninguém pode avaliar a influência que pode exercer sobre o coração de algum indagador da verdade, até uma página rota que contenha as verdades da terceira mensagem angélica. — Idem.
Em todos os lugares importantes deve haver um depósito de publicações. E alguém que aprecia profundamente a verdade deve interessar-se em fazer chegar esses livros às mãos de todos quantos os queiram ler. — Testemunhos para a igreja, vol. 1, p. 473.
Vi que a obra da presente verdade deve atrair o interesse de todos. A publicação da verdade é um plano ordenado por Deus, como meio de advertir, confortar, reprovar, exortar, ou convencer a todos cuja atenção o mensageiro silencioso e mudo vier a ser apresentado. Anjos de Deus têm sua parte a desempenhar no preparar corações para serem santificados pelas verdades publicadas, a fim de que se possam aprontar para as solenes cenas que se acham perante eles. — Testemunhos para a igreja, vol. 1, p. 590.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?