Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Alimentos e terras nos últimos dias

“Não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal.” Mateus 6:34

O Senhor me mostrou em visão, reiteradas vezes, que é contrário à Bíblia fazer qualquer provisão para nossas necessidades temporais no tempo de angústia. Vi que se os santos tivessem alimento acumulado por eles, ou nos campos, no tempo de angústia, quando a espada, a fome e pestilência estão na Terra, seria tomado deles por mãos violentas, e estranhos ceifariam os seus campos. Será para nós, então, tempo de confiar inteiramente em Deus, e Ele nos sustentará. Vi que nosso pão e nossa água serão certos nesse tempo, e que não teremos falta nem padeceremos fome. O Senhor me mostrou que alguns de Seus filhos ficariam com medo ao ver elevar-se o preço dos alimentos, e comprariam alimento a fim de guardá-lo para o tempo de angústia. Então, num tempo de necessidade, eu os vi dirigir-se a seu alimento e olhar para ele, e eis que criara vermes e estava cheio de criaturas vivas, sendo impróprio para o uso. — To Those Who Are Receiving the Seal of the Living God, 31 de Janeiro de 1849.

Casas e terras serão de nenhuma utilidade para os santos no tempo de angústia, pois terão de fugir diante de turbas enfurecidas, e nesse tempo suas posses não podem ser liberadas para o progresso da causa da verdade presente…

Vi que se alguém se apegar a sua propriedade e não inquirir do Senhor quanto ao seu dever, Ele não fará conhecido esse dever, sendo-lhes permitido conservar sua propriedade, e no tempo da angústia isso virá sobre eles como uma montanha para esmagá-los, e eles procurarão dispor dela, mas não será possível. … Se desejassem ser ensinados, Ele os ensinaria, em tempo de necessidade, quando vender e quanto vender. — Primeiros Escritos, 56, 57.

Na última grande batalha do conflito com Satanás, os que são leais a Deus hão de ser privados de todo apoio terreno. Por se recusarem a violar-Lhe a lei em obediência a poderes terrestres, ser-lhes-á proibido comprar ou vender. Será afinal decretada a morte deles. Apocalipse 13:11-17. Ao obediente, porém, é dada a promessa: “Este habitará nas alturas; as fortalezas das rochas serão o seu alto refúgio, o seu pão lhe será dado, as suas águas são certas.” Isaías 33:16. Por essa promessa viverão os filhos de Deus. — O Desejado de Todas as Nações, 121, 122.

Ano Bíblico: Salmos 46-50 – juvenis: Salmos 121, 125, 150

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?