Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

Ajude o novo convertido a entender que sentimento não é prova de fé

Porque a tristeza segundo Deus opera arrependimento para a salvação, da qual ninguém se arrepende; mas a tristeza do mundo opera a morte (2 Coríntios 7:10).

Muitas queridas pessoas que desejam fervorosamente ser cristãs andam, apesar disso, tropeçando nas trevas, à espera de que seus sentimentos sejam estimulados suficientemente. Esperam que ocorra com elas uma mudança especial nos sentimentos. Esperam que alguma força irresistível, sobre a qual não tenham domínio, as controlem. Esquecem a circunstância de que o crente em Cristo deve operar a própria salvação com temor e tremor.
O pecador convicto tem alguma coisa que fazer além de arrepender-se; tem que fazer a sua parte para ser aceito por Deus. Deve crer que Deus lhe aceita o arrependimento, de conformidade com Sua promessa: “Sem fé é impossível agradar-Lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe, e que é galardoador dos que O buscam”.
A obra da graça no coração não se opera instantaneamente. Efetua-se por uma vigilância contínua e cotidiana, e pela crença nas promessas de Deus. A pessoa arrependida e crente, que nutre fé e com ardor deseja a graça renovadora de Cristo, não será por Deus despedida vazia. Ele lhe concederá graça. E os anjos ministradores a ajudarão enquanto persistir nos esforços para avançar. — Manuscrito 55, 1910.
Nem todos são formados da mesma maneira. Nem todas as conversões são iguais. Jesus impressiona o coração, e o pecador renasce para viver vida nova. É frequente as almas serem atraídas para Cristo sem que lhes ocorra uma manifestação violenta, nem dilaceramento de alma, nem episódios de fortes remorsos. Olharam a um Salvador crucificado e viveram. Viram a necessidade da alma; viram a suficiência do Salvador e Seus reclamos; escutaram-Lhe a voz dizendo: “Segue-Me”, e levantaram-se e O seguiram. Essa conversão foi verdadeira, e a vida religiosa foi tão decidida quanto a de outros que sofreram toda a agonia de um processo violento. — Carta 15a, 1890.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?