Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

A última vigília

“Vigiai, pois, porque não sabeis quando virá o Dono da casa: se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã; para que, vindo Ele inesperadamente, não vos ache dormindo. Marcos 13:35, 36

Foi-me apresentado uma grupo de pessoas. … Seus olhos estavam voltados para o céu, e estavam-lhes nos lábios as palavras de seu Mestre: “O que… vos digo, digo a todos: Vigiai!” Marcos 13:37. … O Senhor insinua que haveria uma demora antes de raiar finalmente a manhã. Mas não queria que eles dessem lugar ao enfado, nem atenuassem sua diligente vigilância, pelo fato de a manhã não despontar para eles tão cedo como esperavam. … 
Vi que era impossível absorver as afeições e os interesses em cuidados mundanos, aumentar as posses terrenas, e estar ainda numa posição de espera e vigilância, como ordenou nosso Salvador. Disse o anjo: “Eles só podem apossar-se de um mundo. A fim de adquirir o tesouro celestial, precisam sacrificar o terreno. Não podem obter ambos os mundos.” … 
Vi que uma vigília após a outra estava no passado. Devido a isso, deve haver falta de vigilância? Oh, não! Há a maior necessidade de incessante vigilância, pois agora os momentos são mais escassos do que antes de haver passado a primeira vigília. … Se vigiamos então com inquebrantável vigilância, quanto maior é a necessidade de dupla vigilância na segunda vigília! O passar da segunda vigília nos conduziu à terceira, e agora é inescusável diminuir nossa vigilância. A terceira vigília requer tríplice diligência. Impacientar-se agora seria perder toda a nossa fervorosa e perseverante vigilância até aqui. A longa noite de tristeza é difícil; mas a manhã é adiada em misericórdia, porque se o Mestre viesse, muitos seriam achados desprevenidos. A recusa de Deus em permitir que Seu povo pereça tem sido a razão de tão longa demora. … 
Por meio de nossa atitude de vigilância devemos demonstrar que realmente somos estrangeiros e peregrinos na Terra. A diferença entre os que amam o mundo e os que amam a Cristo é tão clara que se torna inconfundível. Conquanto as pessoas mundanas manifestem extrema diligência e ambição para adquirir o tesouro terrestre, o povo de Deus não se conforma com o mundo; por sua atitude fervorosa, vigilante e de espera, revela, porém, que foram transformados; que seu lar não está neste mundo. — Testimonies for the Church 2:192-194.
 
Ano Bíblico: Núm. 17-19. Juvenis.- Êxo. 32.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?