Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

A maneira correta de enfrentar o preconceito

E não quereis vir a Mim para terdes vida (João 5:40).

Há no coração humano algo que se opõe à verdade e à justiça. […] O miraculoso poder de Cristo evidenciava ser Ele o Filho de Deus. Foi dada nas cidades de Judá esmagadora demonstração da divindade e missão de Cristo. […]. — Manuscrito 104, 1898.
Muitas vezes, quando você busca apresentar a verdade, a oposição se levantará; se você procurar, no entanto, enfrentar a oposição com argumentos, não conseguirá senão multiplicá-la, algo que você não pode permitir. Apegue-se a uma atitude positiva. Anjos de Deus o observam, e eles compreendem como é possível impressionar aqueles cuja oposição você se recusa a enfrentar com argumentação. Não se demore nos pontos negativos das perguntas que surgem, mas tenha em mente verdades positivas, fixando-as mediante muito estudo, fervorosa oração e consagração sincera. Mantenha a luz de suas lâmpadas avivadas, deixando-as difundir brilhantes raios para que os homens, vendo as suas boas obras, sejam levados a glorificar seu Pai que está nos Céus.
Caso Cristo não Se houvesse apegado a uma atitude positiva no deserto da tentação, teria perdido tudo quanto queria ganhar. A maneira de Cristo é a melhor para enfrentar nossos adversários. Fortalecemos os argumentos deles quando repetimos o que eles dizem. Mantenha sempre a atitude positiva. Talvez a própria pessoa que se opõe a você leve a sério suas palavras e se converta à verdade que lhe alcançou o entendimento.
Tenho muitas vezes dito a nossos irmãos: Os oponentes de vocês farão falsas declarações quanto à sua obra. Não repitam as declarações deles, mas apeguem-se às afirmações da verdade viva; e anjos de Deus abrirão o caminho de vocês. Temos uma grande obra a levar avante, e nos cumpre fazê-la de maneira equilibrada. Não nos irritemos nunca, nem permitamos que surjam sentimentos maus. Cristo não fazia isso, e Ele é nosso Exemplo em tudo. Precisamos para a obra que nos é dada, muito mais da sabedoria celeste, santificada, humilde, e muito menos do próprio eu. Importa que nos apeguemos firmemente ao poder divino. — Testemunhos para a igreja, vol. 9, pp. 147 e 148.

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?