Adventistas do Sétimo Dia – Movimento de Reforma

A essência e a substância

Ora, o Deus de toda a graça, que em Cristo vos chamou à sua eterna glória, depois de terdes sofrido por um pouco, Ele mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar, fortificar e fundamentar. 1 Pedro 5:10. MG 327.1

Quando a verdade é recebida, promove radical mudança na vida e no caráter, pois religião significa a presença de Cristo no coração; e onde Ele está, a alma prossegue em atividade espiritual, sempre crescendo em graça, sempre prosseguindo para a perfeição. … MG 327.2

Não é nenhuma prova real de serdes cristãos o se agitarem vossas emoções e vosso espírito pela verdade; a questão é: Estais vós crescendo em Cristo, vossa cabeça viva? É a graça de Cristo manifestada em vossa vida? Deus dá sua graça aos homens, para que eles desejem mais dessa graça. A graça de Deus atua sempre no coração humano, e quando é recebida, aparece a prova na vida e no caráter do que a recebe; pois será vista a vida espiritual em desenvolvimento vindo do interior. A graça de Cristo no coração promoverá sempre vida espiritual, e será feito progresso espiritual. … Não vemos as plantas crescerem no campo, e todavia estamos certos de que elas crescem; e não podemos conhecer nossa própria força espiritual e nosso crescimento? … MG 327.3

A essência e a substância de toda a questão da graça cristã e experiência estão contidas no crer em Cristo, no conhecer a Deus e a Seu Filho a quem Ele enviou. Mas é aqui onde muitos falham, pois falta-lhes fé em Deus. Em vez de desejarem ser postos em associação com Cristo em Sua abnegação e humilhação, estão sempre procurando a supremacia do eu. … MG 327.4

Oh, se O amásseis como Ele vos amou, não fugiríeis a uma experiência nos capítulos escuros dos sofrimentos do Filho de Deus! … Quando contemplamos a humilhação de Cristo, considerando Sua abnegação e sacrifício, enchemo-nos de assombro ante a manifestação do divino amor pelo homem culpado. Quando por amor de Cristo somos chamados a passar por provas de natureza humilhante, se temos a mente de Cristo, sofreremos com mansidão, não nos ressentindo com a injúria nem resistindo ao mal. Manifestaremos o espírito que havia em Cristo. … MG 327.5

Devemos tomar o jugo de Cristo, trabalhar como Ele trabalhou pela salvação da humanidade perdida; e os que são participantes de Seus sofrimentos serão também participantes de Sua glória. — The Review and Herald, 24 de Maio de 1892. MG 328.1

Deixe uma resposta

COMENTARIOS RECENTES

    MORADA POSTAL

    Apartado 2400
    1109-001 LISBOA
    Website: http://www.asdmr.org
    Email: Clique aqui
    Este site usa cookies. Ao utilizar o site, está concordar com a utilização que fazemos das mesmas. Quer saber mais sobre cookies?